Delito de opinião

0
 Artigos
1374

O idílio entre Rio e Costa

 Delito de opiniãoPublicado hoje
  Monchique ardeu. A maior mancha vegetal do Algarve - com as actividades económicas que lhe estavam associadas, da criação do porco preto à apicultura, passando pelo cultivo do medronho - ficou em larga escala reduzida a cinzas durante oito dias dramáticos: foi até agora o maior incêndio florestal do ano em toda a Europa. (...)

Solto por ter cão, solto por não ter

 Delito de opiniãoPublicado hoje
   Em Junho de 2017 houve o incêndio de Pedrógão Grande, mais de 60 mortos. Todos se lembrarão dos dias imediatos: Costa ripostou "não me faça rir" ao jornalista que lhe perguntou se haveria responsabilidade governamental no drama. E foi de férias. (...)

    Outra objectividade

     Delito de opiniãoPublicado hoje
    "Tenho a noção de que muito do que aqui ficou dito contraria hipóteses populares entre boa parte da opinião pública, mas que são contraditadas por análises objectivas dos dados relevantes", escreveu o Prof. José Miguel Cardoso Pereira num texto para o qual me chamaram a atenção e que me pareceu escorreito e objectivo face ao lixo que me tem chegado sobre os incêndios que têm continuado a devastar Portugal. (...)

    A minha bebida deste Verão

     Delito de opiniãoPublicado ontem
        Chá gelado. Verde, claro.

    Blogue da semana

    O blogue da semana, desta vez, é uma homenagem bem merecida a um título histórico da nossa blogosfera: Dias com Árvores, desde 2004 a transmitir-nos cultura botânica - algo de que as gentes das cidades (incapazes de distinguir um limoeiro de uma figueira ou uma dália de uma estrelícia) bem necessitam. (...)

    Palavras para quê? ...

      O "estado da arte" actual ... Dois "artistas portugueses" à serra de Monchique.

      Leituras

        «Depois de uma certa idade, todo o homem é responsável pelo seu rosto.» Albert Camus, A Queda, p. 46 Ed. Livros do Brasil, 2008. Tradução de José Terra. Colecção Obras de Albert Camus

      Foi chato

        A Serra de Monchique - o maior pulmão do Algarve - ardeu em larga medida. Cerca de 27 mil hectares - o equivalente a 27 mil campos de futebol, quase três vezes a área da cidade de Lisboa.  Foi o sexto maior incêndio desde sempre registado em Portugal. (...)

      XXI, Portugal

      "Porreiro, pá", foi o que nos restou ...

        1928

         Delito de opiniãoSexta feira
          "1º de Fevereiro de 1928 Esta terra levou uma sova de exotismo. Se dentro de cem anos não conseguirmos entrar em contacto com outro planeta (mas lá chegaremos), a Humanidade está perdida. (Talvez nos reste o interior da terra …). Já não há maneira de viver, rebentamos pelas costuras, fazemos a guerra, fazemos tudo mal, não podemos mais continuar  sobre esta crosta. (...)

          Dois meses e 300 e tal km depois

           Delito de opinião2018-08-09
            António Costa, 1 de Junho de 2018, falando aos jornalistas durante uma visita ao posto de vigia da Madrinha, no Alto da Fóia, Serra de Monchique: «O nosso objectivo é que tenhamos um território mais seguro. E, como se vê, é possível fazer. (...)

          A ler, com urgência

           Delito de opinião2018-08-08
            Monchique, eucaliptos e espantalhos. Do Henrique Pereira dos Santos, imprescindível como sempre. No Corta-Fitas.  

          Todos os fogos o fogo ...

           Delito de opinião2018-08-07
            Chego a casa e tenho o mural de FB cheio de fotos de Costa a falar ao telefone. O tipo é enérgico, decidido, competente. Gosto muito.

            Pedro Jóia e Mariza

             Delito de opinião2018-08-07
            Pedro Jóia é um dos melhores guitarristas portugueses e um dos músicos nacionais mais sólidos na sua técnica e criatividade. De formação clássica, tendo estudado, inclusive, com o mestre Paulo Valente Pereira, e fortemente influenciado pelo flamenco, tem explorado a sua guitarra muito para lá desses estilos, não esquecendo o fado ou o jazz. (...)

            O combate aos incêndios de António Costa.

             Delito de opinião2018-08-07
             "Luís, vê lá como fico a olhar assim para os... Achas que fica bem assim? Ou fica melhor assim?"

            O Kit do Governante

             Delito de opinião2018-08-06
            Analisemos então o caso do Dr. Siza. O Dr. Costa convidou o Dr. Siza para ir a ministro. E, na véspera de assumir funções, de entre todas as coisas que podia ter feito, o Dr. Siza decidiu constituir uma imobiliária. A constituição da imobiliária está para a função de ministro como a despedida de solteira está para a noiva. (...)

            O meu "Cinema Paraíso"

             Delito de opinião2018-08-06
            Os restos do Sintra Cinema, o meu "Cinema Paraíso". Abbot & Costello, Jerry Lewis, Cantinflas, Tarzan, por Johnny Weissmuller, Robin, segundo Errol Flynn, uma vez ou outra Chaplin, sempre antecedidos das chatíssimas Actualidades e da propaganda do regime. (...)

            Sugestão: um livro por dia

             Delito de opinião2018-08-06
                Os Meninos de Ouro, de Agustina Bessa-Luís Prefácio de Pedro Mexia Romance (reedição Relógio d' Água, 10.ª ed, 2018)

            Tudo na mesma

             Delito de opinião2018-08-06
            Em 2009 escrevi que a "culpa pelo mau serviço que presta ou é do frio, ou do calor, ou do vento, ou de uma cegonha irresponsável que pousa onde não deve e dá cabo da rede".  Volvidos estes anos a história repete-se, os apagões continuam. E, de novo, a culpa é do calor: "O calor é muito, existe uma sobrecarga da rede muito grande, mas estamos em regime de alerta e conseguimos mobilizar muito rapidamente uma equipa para o local, que resolveu o problema com a maior celeridade, apesar de ser um problema de grande dimensão”. (...)

            Marcelo no país que não tem voz

             Delito de opinião2018-08-06
             Imagem da Sábado   Tenho, de antemão, bastante pena do Presidente da República que sucederá a Marcelo Rebelo de Sousa. Porque irá ser permanentemente comparado com o seu antecessor. De forma desfavorável, não custa antecipar. Por mais que isso custe aos escassos detractores do actual inquilino de Belém, incapazes de dar o braço a torcer no reconhecimento dos seus méritos. (...)

            Ver mais